Tipo mídia de surf, só que mais legal

Make or Break | O maior acerto da WSL

Make or Break | O maior acerto da WSL

Seguindo a trilha da Fórmula 1, que voltou a ter picos de audiência após o lançamento da série documental ´Drive to Survive´, na Netflix, a WSL abriu suas portas para uma produção externa. Se você vive na Terra, já sabe do que estamos falando. A série ´Make or Brake´, produção da britânica Box to Box Films estreou recentemente na Apple TV+. E como entusiastas dos meandros do surf profissional que somos, corremos para maratonar os sete episódios.

O acerto da WSL em abrir suas portas para uma equipe que não pertence ao seu próprio braço de mídia oficial, permitindo o desenvolvimento de uma narrativa paralela sobre as histórias que se passaram nos bastidores do show em 2021, faz de ´Make or Break´ o melhor conteúdo relacionado ao surf profissional produzido em décadas. Como isso pode impactar novas audiências ou mesmo o modo como o surf e os surfistas são retratados é o que Carol Bridi, Rapha Tognini e Junior Faria buscam entender nesse episódio do Surf de Mesa

Será que a fórmula que atraiu tanta gente nova para acompanhar a Fórmula 1 pode ter o mesmo efeito sobre o Championship Tour? Será que as narrativas baseadas na vida real e nos dramas humanos – o básico do entretenimento via identificação do público com seus heróis – passarão a ser menos ofensivas para um ambiente que tanto reluta em admitir que no paraíso também existem dores e imperfeições? E que é justamente isso que reforça sua beleza?

Para nós, foi um alívio e uma alegria ver o surf profissional sendo retratado com lastro na realidade em uma mídia de alcance verdadeiramente global! Isso é o que chamamos de inspiração de verdade…

Por isso, nossa dica é a seguinte: Se você já assistiu, vem ver se concorda com a gente! Mas se ainda não assistiu, dá logo o play aqui, que nenhum spoiler é capaz de estragar a experiência que você terá assistindo a série depois.

 

Além do Spotify, você também pode ouvir o Surf de Mesa nas plataformas Apple Podcasts, Google Podcasts, Deezer e Spreaker.

Já conhece o outro podcast da Flamboiar?  VA surfar GINA é o podcast para quem saber mais sobre o surf feito por mulheres.