Tipo mídia de surf, só que mais legal

Pulou o muro do trabalho e foi surfar

Pulou o muro do trabalho e foi surfar

É um pássaro? É um avião? Não! É Diniz Iozzi voando de sunga na sua timeline. Nesse episódio do  Surf de Mesa, Carol Bridi, Rapha Tognini e Junior Faria ganham o sábio reforço de Pardal Diniz Iozzi, autointitulado mercenário do surf. 

Formado em Química, Pardal batia cartão há 10 anos no Polo Industrial de Cubatão até o dia em que resolveu bater asas. Ou melhor, pernas… Pulou o muro, fugiu do trabalho e foi pegar um fim de tarde. Três dias depois, veio a carta. A essa altura, Pardal tinha uns 24 anos, o dobro desde quando se envolveu com o surf pela primeira vez.

Da fuga pelas vias de Cubatão até tudo que Pardal já inventou ao longo das décadas para viver (d)o surf, é história das mais boas de se ouvir. E de história, ele entende. Pardal é o idealizador do Museu do Surf de Santos, que nasceu da sua invejável coleção de pranchas e virou um projeto notável que busca ativamente a história do surf com a responsabilidade de quem guarda bem o passado para que o futura tenha a liberdade de acontecer.

Nada do que a gente escreva aqui é capaz de contar tudo que você pode ouvir nesse episódio. Então dá o play aí e chega mais pra ouvir o canto desse cara.

 

Além do Spotify, você também pode ouvir o Surf de Mesa nas plataformas Apple Podcasts, Google Podcasts, Deezer e Spreaker.

Já conhece o outro podcast da Flamboiar?  VA surfar GINA é o podcast para quem saber mais sobre o surf feito por