O Instagram está influenciando seu surf

O Instagram está influenciando seu surf

Que as redes sociais estão infiltradas em cada cantinho das nossas descontroladas existências, não é mais novidade pra ninguém. O que dói e não dá mais pra negar, é que ela tem sido fator de distorção de realidades de uma forma cada vez mais contundente e irreversível nessa armadilha chamada vida moderna.

Você já parou pra pensar que o número de seguidores tem sido critério de decisão para demissões e contratações de surfistas profissionais, por exemplo? E que mesmo consciente de que o que você vê no feed é a edição enfeitada da vida das pessoas, lá no fundo isso afeta a capacidade de satisfação com sua própria condição?

A rede social, que virou uma espécie de segunda pele de todos nós, trata-se principalmente de um espaço de marketing amplo e abundante – seja pessoal ou das marcas. Resta saber se isso está sendo usado como uma forma efetivamente moderna e positiva ou simplesmente como um jeitinho mais barato e fácil de ludibriar ao consumo sem critério.

Esse episódio do Surf de Mesa é praticamente uma ode (só que ao contrário) às redes sociais pelo simples fato de que essa é uma bacia de ilusões que constrói conflitos psicológicos cada dia mais arraigados ao espaço-tempo que ocupamos na história da humanidade.

É errado olhar para as redes como uma oportunidade? É não. Errado mesmo é usá-las como muleta onde escorar a velha preguiça de pensar. Afinal, em um ambiente onde o código de conduta é pintar tudo de cor-de-rosa, fica mais fácil manipular egos para converter carências em lucro.

Como sempre, trazemos a reflexão para o universo do surf (que é onde respiramos), e o resultado você está livre – completamente livre para concordar, discordar, aceitar ou negar. Porque aqui não queremos arrotar opiniões pra você levar goela abaixo, mas sim chamar todo mundo pra pensar antes de cair no automático.

Somos baseados em imagem, personalidade e histórias. Então, mesmo que se considere imune, dê o play e bote a caixola pra analisar até onde Instagram e afins estão influenciando seu surf, suas escolhas e sua vida.

Além do Spotify, você também pode ouvir o Surf de Mesa nas plataformas iTunes e Spreaker.