Tipo mídia de surf, só que mais legal

Kelly Slater | A perda de um ídolo em vida

Kelly Slater | A perda de um ídolo em vida

Associamos nossos ídolos a um ideal. Isso é fato. As expectativas criadas em torno desses ideais de moral acima da média raras vezes condizem com a realidade humana. É assim desde sempre, mas em tempos de excessiva exposição online, dificilmente os filtros estéticos escondem o lado humano, demasiado humano de quem quer que seja.

Dias depois da desastrada resposta de Kelly Slater à pergunta feita por Joe Turpel sobre o legado de Adriano de Souza (agora que o brasileiro vive seu ano de despedida das competições), a observação sobre a vulnerabilidade da idealização cega sobre nossos ídolos em tempos de Internet caiu no centro da mesa. E, assim, nasceu mais um episódio do Surf de Mesa.

Junior Faria, Carol Bridi Rapha Tognini desta vez arriscam seus pescoços ao tentar entender, diante dos tribunais da Internet, justamente este lado demasiado humano do sempre tão admirado Kelly Slater. Unanimidade quando o assunto é surf e competição, Kelly tem se tornado cada vez mais vulnerável conforme mais exalta seu próprio ego publicamente.

Autoafirmação? Egocentrismo? Dificuldade para lidar com um natural declínio da performance física? Negação de uma inevitável proximidade da aposentadoria? Nada disso ou tudo isso junto e mais um pouco? Jamais teremos certeza, mas o fato é que algumas atitudes têm produzido o sentimento de decepção em fãs mais atentos.

Como não poderíamos deixar de honrar este grande ídolo com um episódio só para ele, aqui está uma boa problemática como pano de fundo para animar o papo. Com direito à menção dos efeitos malignos do machismo na criação dos meninos e os efeitos característicos disso dentro dos ambientes surfísticos.

Se você ama, odeia ou também sente que está perdendo um ídolo em vida, dá o play e conversa aqui com a gente.

 

Apoie o Surf de Mesa no Catarse
Além do Spotify, você também pode ouvir o Surf de Mesa nas plataformas Apple Podcasts, Google Podcasts, Deezer e Spreaker.
Já conhece o outro podcast da Flamboiar?  VA surfar GINA é o podcast para quem saber mais sobre o surf feito por mulheres.