O surf pode alienar?

O surf pode alienar?

Quanto de você tem no seu próprio surf? É, isso mesmo… Qual foi a última vez que você se expressou pessoalmente no surf? Genuinamente, dentro e fora d´água…

O surf é o tipo de atividade que não se encerra apenas na prática. Ele se espalha em tantas outras atividades que é possível uma vida inteira se rechear de coisas única e exclusivamente relacionadas a ele. Da música, à moda, à arte, aos costumes, aos relacionamentos, ao comportamento, à atividade física, à saúde mental, à engenharia e ao design… Das ciências exatas às humanas, é possível suprir quase todas as necessidades individuais e coletivas dentro desse mesmo núcleo de interesse. De positivo, quer dizer que o surf pode servir como estopim para um mundo novo de diversas outras atividades relacionadas a ele. De negativo, a armadilha que é ficar restrito e alienado em um único tema, como se nada mais na vida gerasse estímulo.

Na tentativa de nunca virarem monotemáticos e surfões, neste episódio do Surf de Mesa, Junior Faria, Carolina Bridi e Raphael Tognini se dão conta de que até no surf é saudável ter limites, e que olhar pra fora do clubinho pode ser tão saudável e prazeroso quanto lavar a alma no mar. Surfar pode sempre ter sido, e continuar sendo, uma das partes mais empolgantes de muitos e muitos dias… Resta saber quantas vezes fazemos isso com a consciência de que as novas descobertas vindas de múltiplas origens de interesse podem garantir uma expressão individual muito mais realizada, inclusive e especialmente no próprio surf. E então… Voltando à pergunta: Qual foi a última vez que você se expressou genuinamente dentro e fora d´água? Quanto de você tem no seu próprio surf?

Ouve aí e conta pra gente!

Além do Spotify, você também pode ouvir o Surf de Mesa nas plataformas iTunes e Spreaker.